Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

ENFRENTANDO AS PERSEGUIÇÕES

Atos 8.1-8    Pr. Marcelo Aguiar    24/06/2018

INTRODUÇÃO

Como nós, que somos servos de Deus, podemos nos posicionar diante das perseguições? A Bíblia diz que “os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; andarão e não se fatigarão” (Isaías 40.31). As águias se colocam acima dos ventos e das tempestades com o auxílio de duas fortes asas. Do mesmo modo, o posicionamento dos cristãos diante da adversidade deve se equilibrar sobre duas promessas bíblicas: “Todos os que querem viver piamente em Jesus Cristo padecerão perseguições” (2 Timóteo 3.12), “Todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8.28). As duas promessas foram feitas por um Deus verdadeiro, o que significa que elas verdadeiramente se cumprirão em nossas vidas!

 

1) VOCÊ DEVE ESTAR PREPARADO PARA ENCONTRAR OPOSIÇÃO (VS. 1,3).

Os primeiros crentes foram perseguidos e espalhados. Estêvão foi morto, e os seus amigos tiveram que deixar suas casas e empregos. Que crime eles haviam cometido? Nenhum! Apenas tinham entregado suas vidas a Jesus Cristo! A verdade é que existe uma grande batalha sendo travada. Há dois exércitos combatendo sobre a face da terra. Se você se faz amigo de Deus, torna-se automaticamente inimigo do mundo. A amizade com um significa a inimizade com o outro! E as pessoas que estão sob o controle do príncipe deste mundo irão opor-se violentamente a você. Isso é tão certo como o nascer do sol todas as manhãs.

Há uma fábula sobre uma cobra que estava perseguindo um vaga-lume. Depois de tentar escapar de todas as formas, e tendo chegado ao limite das suas forças, o inseto pediu uma trégua ao réptil, e perguntou: “Eu lhe fiz algum mal?”. “Não”, respondeu a serpente. “Eu faço parte da sua cadeia alimentar?”. “Não”, foi novamente a resposta. “Então por que você está tentando me matar”, perguntou, por fim, o vaga-lume. “Porque eu não suporto ver a sua luz brilhar”, respondeu a serpente.

Se a luz de Cristo brilhar em nosso interior, com certeza incomodaremos aqueles que estão em trevas. Um dia eles também poderão voltar-se para a luz, como aconteceu com Saulo. Mas até lá eles nos considerarão seus inimigos e nos perseguirão.

 

2) VOCÊ DEVE ESTAR PREPARADO PARA DERRAMAR LÁGRIMAS (V. 2)

Não há perseguição sem choro. E embora a vida não seja um vale de lágrimas, as lágrimas fazem parte da vida. Assim como os homens piedosos que sepultaram a Estêvão, nós também enfrentaremos dias difíceis. Entretanto, o nosso Salvador também chorou. Ele sabe como nos sentimos. A Bíblia diz que preciosa é, à vista do Senhor, a morte dos seus santos. Mas isso não é tudo. Jesus prometeu que enxugaria as nossas lágrimas. Desertos são um lugar de tendas, e não de casas. O mundo faz parte da nossa estrada, mas não é nosso destino.

Se é para chorar, chore ao pé da cruz! Assim – como diz a canção – as suas lágrimas serão para regar a sua fé e consolar seu coração, pois o que chora ao pé da cruz, clamando em nome de Jesus, receberá do Senhor misericórdia, graça e luz. Aleluia!

 

3) VOCÊ DEVE ESTAR PREPARADO PARA ANUNCIAR A PALAVRA (V. 4)

Os cristãos de Jerusalém se tornaram perseguidos, e então se tornaram refugiados, e então se tornaram missionários. Eles não tinham ensino teológico formal, e, na sua maioria, não haviam convivido com Jesus. Entretanto, foram as pessoas que Deus usou para espalhar o Evangelho pelo mundo. É possível que a atividade evangelística daqueles crentes consistisse simplesmente em aproveitar a curiosidade dos seus novos vizinhos. Mas “aproveitar” é a palavra-chave! Sejam quais forem as nossas circunstâncias, precisamos estar sempre prontos a dar nosso testemunho e compartilhar nossa fé.

Por causa da sua fé, Paulo foi muitas vezes perseguido e preso. Ao invés de se queixar, ele sempre aproveitou essas oportunidades para testemunhar. Preso em Filipos, evangelizou o carcereiro; preso em Cesareia, evangelizou o rei Agripa; acorrentado a bordo de um navio no meio da tempestade, evangelizou os passageiros! Lembre-se: você é o púlpito a partir do qual Deus está pregando os seus sermões. Não se envergonhe do Evangelho de Cristo!

 

4) VOCÊ DEVE ESTAR PREPARADO PARA PRESENCIAR MILAGRES (VS.5-7)

O diácono Filipe chegou a Samaria. Provavelmente, ele também havia sido vítima de ameaças. E, como seus irmãos de fé, tratou de falar sobre Cristo. Imediatamente, houve um grande mover de Deus naquele local. Tenhamos sempre em mente isso: Deus é fiel! Ele jamais abandona os seus servos. Quando enfrentamos as perseguições com coragem e fé, ele realiza grandes coisas em nossa vida e através dela. E então experimentamos alturas totalmente novas em nossa caminhada cristã.

Talvez não observemos mais milagres em nossas vidas porque não estejamos dispostos a, bravamente, assumir a nossa posição ao lado do Filho de Deus. Quem enfrenta a perseguição com ousadia pode esperar pelos milagres, pelos livramentos, pelas experiências sobrenaturais com o Senhor. É certo que eles virão, porque são o prêmio dos corajosos! E, assim, teremos histórias para contar sobre a nossa caminhada com Jesus.

 

5) VOCÊ DEVE ESTAR PREPARADO PARA ALEGRAR-SE GRANDEMENTE (V.8)

O texto bíblico começa dizendo que “naquele dia levantou-se grande perseguição”, e termina falando que “houve grande alegria naquela cidade”. Que reviravolta surpreendente! O título dessa passagem bem poderia ser: “Choro em Jerusalém e festa em Samaria”. O resultado final da perseguição nunca será a derrota, a miséria, a amargura ou a tristeza, e sim a alegria!

Há mais uma linda promessa do Senhor para nós hoje. Ela está registrada no Salmo 126.6: “Aquele que sai chorando, levando a semente para semear, voltará com cânticos de júbilo, trazendo consigo os seus molhos”. Essa promessa se cumpriu na vida dos crentes de Jerusalém. Ela se cumprirá na vida dos cristãos que estão sendo perseguidos ao redor do mundo. Ela se cumprirá na vida de cada um de nós.

 

CONCLUSÃO

A questão não é se as perseguições virão ou não. Elas sempre farão parte da vida daqueles que desejarem viver como cristãos consagrados. A questão é como nós as enfrentaremos. Porque a Bíblia diz que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus. Talvez você esteja se deparando, neste exato momento, com alguma perseguição, ameaça, calúnia ou injustiça. Deus está lhe dando o privilégio de unir-se aos mártires e aos refugiados. Interceda por eles. E procure imitar a sua disposição e fé.

Se as tribulações se constituem em provas na nossa jornada espiritual, desejemos, ardentemente, ser aprovados. Que as montanhas, vales, desertos e mares de adversidade nada mais consigam do que se transformar em caminhos que nos levem para mais perto do nosso bendito Salvador!

 

Pastor Marcelo Aguiar

TRÊS ERROS DE UM GIGANTE

SEXTA, SÁBADO E DOMINGO

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP