Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99849 6459 (Whatsapp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

O RETRATO DE UMA FAMÍLIA ABENÇOADA

Salmo 128.1-6    Pr. Marcelo Aguiar    08/10/2017

INTRODUÇÃO

No mundo em que vivemos, ter uma família feliz parece, para muitos, algo como encontrar um pote de ouro no final do arco-íris: uma coisa boa, mas pouco provável…

No Salmo 128, um quadro salta aos nossos olhos pela beleza: uma família abençoada! Nossa família é nosso tesouro, nossa maior riqueza. Pelo que a trocaríamos?

Sua família é seu tesouro. Como ter paz e alegria no lar? Vamos deixar que o Salmo 128 responda a essa pergunta.

 

1) O ESPOSO: O LÍDER DA CASA (VS. 1,2)

O texto parece iniciar com uma contradição: “Feliz o que teme…”. Mas na verdade não é uma contradição, e sim uma condição! Temer a Deus é respeitá-lo e seguir os seus ensinos. E isso é fundamental para termos uma família abençoada!

A passagem bíblica começa dirigindo-se ao homem. É compreensível que assim seja, porque ele é o chefe da casa, o sacerdote do lar. É por ele que tudo começa. Se o homem não ocupar esse lugar, as probabilidades de que tudo corra bem caem drasticamente.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Barna, quando uma criança se compromete com uma igreja, há 02% de chance do restante da família acompanhá-la. Quando uma mulher faz isso, as chances sobem para 17%. Mas quando um homem se compromete com uma igreja, há 93% de chance de que o restante de sua família o acompanhe!

O homem precisa temer a Deus e andar nos seus caminhos. Maridos: quando Cristo governar a nossa alma, então teremos condições de governar a nossa casa!

 

2) A ESPOSA: A ALEGRIA DA CASA (V.3a)

Em seguida, o Salmo compara a mulher a uma videira frutífera no interior da casa. Para os hebreus, a videira era: 1) o símbolo da alegria (pois produzia o vinho); 2) algo que se espalhava (devido a essa característica da planta); 3) uma planta delicada mais resistente (dado às características de seu caule). Assim é a mulher na família!

A mulher virtuosa é a alegria da casa (Provérbios 32.10-31). Mas a mulher insensata produz a insatisfação no lar (Provérbios 12.4; 14.1; 19.13; 21.9; 21.19; 27.15). É quando o vinho vira vinagre!

Os biógrafos de Abraham Lincoln dizem que a maior tragédia de sua vida não foi seu assassinato, mas seu casamento. A esposa do Presidente, senhora Mary Todd Lincoln, era desequilibrada e desrespeitosa. Ele preferia passar longas horas em reuniões, porque não tinha prazer em voltar para casa! Não existia alegria em seu lar…

As esposas devem procurar sempre produzir o vinho da alegria em seu lar… e verificar constantemente o seu nível, para que não se repita o que aconteceu nas Bodas de Caná!

Uma palavra final aos esposos: as videiras, embora produzam um fruto tão nobre, precisam de apoio, de suporte. Seu caule não se sustenta sozinho. Do mesmo modo, para que realizem sua missão, as mulheres irão precisar do apoio dos seus maridos.

 

3) OS FILHOS: O FUTURO DA FAMÍLIA (V.3b)

O salmista compara os filhos a “plantas de oliveira ao redor da tua mesa”. As oliveiras eram árvores muito amadas pelos hebreus, pois das azeitonas se extraía o óleo, o qual tinha muitas utilidades. Além disso, essas árvores se tornaram famosas por sua longevidade, chegando até os 3.000 anos de vida. As oliveiras são o símbolo do futuro. Quando Deus quis dizer a Noé que havia esperança para ele e para a humanidade, colocou um ramo de oliveira no bico de uma pomba.

Os jovens são a esperança da família, da igreja, da sociedade. Mas para isso é preciso que eles convivam com os mais velhos. Só desse modo a chama da fé poderá ser transmitida. É por isso que, no Salmo, os filhos são comparados a plantas de oliveira “ao redor da tua mesa” – ou seja, na presença dos pais. Convivendo, valorizando e aprendendo.

Hoje, é difícil vermos as gerações diferentes convivendo… até mesmo no seio das igrejas! Tal convivência, porém, é indispensável para o futuro da fé.

As novas gerações precisam ser humildes e se dispor a ouvir. Muitas vezes, o que se verifica é o seguinte:

Filho aos 07 anos: “Meu pai sabe tudo”.

Filho aos 14 anos: “Parece que o meu pai se engana a respeito de certas coisas”.

Filho aos 20 anos: “Meu pai está um pouco atrasado em suas ideias”.

Filho aos 25 anos: “O velho não sabe nada mesmo, está caducando”.

Filho aos 35 anos: “Não sei se consulto o velho nesse assunto”.

Filho aos 45 anos: “Puxa, como é que o meu pai conseguia?”.

Filho aos 55 anos: “Que pena o meu pai ter morrido, a verdade é que ele tinha umas ideias notáveis”.

Filho aos 65 anos: “Meu pai era um sábio, como lamento tê-lo compreendido tão tarde”.

Filhos representam o futuro. Por isso, devem valorizar, honrar e aproveitar o convívio com seus pais. Isso será crucial para a edificação de uma família bem-sucedida.

 

CONCLUSÃO (VS. 4-6)

Família: tesouro verdadeiro, ideia de Deus!

Sigamos os projetos de Deus para termos famílias abençoadas!

Será que o retrato da sua família se encaixaria na moldura do Salmo 128?

Se procurarmos observar os princípios divinos encontrados nesta passagem, obteremos as seguintes recompensas: 1) a nossa família será abençoada (v. 4); 2) a nossa família irá prosperar (v. 5); 3) a nossa família terá uma vida longa (v. 6). Vai valer a pena!

Vamos lutar, todos juntos, por famílias abençoadas!

 

Pastor Marcelo Aguiar

O CRISTÃO EM TEMPOS DE GUERRA

NOSSAS VIDAS SOBRE O ALTAR

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP