Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

NO TRABALHO COM JESUS

Lucas 5.1-11    Pr. Marcelo Aguiar   

 

INTRODUÇÃO

Jesus disse certa vez: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” (João 5.17).  Ao criar o ser humano, “tomou, pois o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden, para o lavrar e guardar” (Gênesis 2.15). E com relação ao futuro, a Bíblia diz que no céu “estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão” (Apocalipse 22.3). O trabalho sempre esteve nos planos de Deus para a humanidade.

No texto que narra a vocação dos apóstolos, aprendemos algumas verdades importantes a esse respeito:

 

1) JESUS É TRABALHADOR (V. 1)

Jesus estava junto ao Lago de Genezaré pregando a Palavra de Deus. Ele era um trabalhador incansável, e seu trabalho era anunciar o Evangelho.

Muitas pessoas condenam o ativismo das igrejas, mas poucas se pronunciam com relação à indolência. Ativismo é trabalho de mais. Indolência é trabalho de menos. O ativismo é grave. A indolência é gravíssima.

Se você é um cristão e não está trabalhando, há alguma coisa errada!

 

2) JESUS APRECIA COOPERAÇÃO (VS. 2-7)

O Senhor gosta de trabalhar em equipe. Por isso, pediu aos pescadores que o ajudassem, posicionando seu barco de tal maneira que ele pudesse falar, da água, às multidões. Naturalmente, aquele que andou sobre o mar poderia fazer tudo sozinho… mas esse não é o estilo de Deus!

Deus quer trabalhar conosco. Há um lugar para cada um de nós na obra do Senhor. E – como os discípulos aprenderam – trabalhar com Jesus é extremamente compensador. Logo as redes estavam cheias de peixes…

 

3) JESUS DETERMINA PRIORIDADES (VS.8-11)

Trabalhar é bom. Não é ruim estudar, fazer planos, ter uma carreira e dedicar-se a uma atividade profissional. Entretanto, somos chamados a escolher entre o bom e o melhor. Devemos buscar em primeiro lugar o Reino de Deus (Mateus 6.33).

Os pescadores ajudaram Jesus no seu trabalho, e Jesus os ajudou no trabalho deles. Mas o Senhor tinha planos mais elevados. “De agora em diante serás pescador de homens”, disse a Pedro (v. 10). Aquele foi o convite para que o trabalho dos pescadores se tornasse o trabalho de Jesus.

O trabalho secular não pode ocupar o lugar do trabalho do Senhor. Todos somos chamados para trabalhar na Igreja, para darmos a nossa contribuição.

 

CONCLUSÃO

Não podemos ver o trabalho como castigo. Ele é parte do plano de Deus para a nossa realização pessoal.

O trabalho pode trazer muita satisfação, mas para isso é necessário esforço.

Os discípulos deixaram tudo e seguiram a Cristo (v. 11). Estamos dispostos a fazer o mesmo?

 

Pastor Marcelo Aguiar

JESUS LIBERTA

O MAIS FASCINANTE PROJETO DE VIDA

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP