Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

COMO UM VENCEDOR LIDA COM AS PERDAS

Gênesis 23.1-20    Pr. Marcelo Aguiar   

 

INTRODUÇÃO

 

  1. Craig Barnes inicia seu livro “Quando Deus Abandona” com as seguintes palavras: “Passamos pela vida perdendo coisas”. Útero, dentes, animal de estimação, amigos… as perdas vão se tornando mais numerosas e maiores. Somos como flores que o vento vai despetalando. Todo mundo perde, mas nem todo mundo lida com a perda do mesmo jeito. Uma perda não faz de você um perdedor. Você pode lidar com as perdas como um vencedor.

Em Gênesis 23, lemos como Abraão – um homem acostumado a ganhar – lidou com a maior perda da sua vida: a morte de Sara. E ele emergiu daquela experiência mais vencedor do que nunca!

A história de Abraão é a história de Abraão e Sara. “Ao lado de um grande homem existe sempre uma grande mulher”. Eram meio-irmãos. Conhecidos desde sempre. Acreditaram juntos na promessa de uma terra e um filho, e obedeceram. Algumas vezes Abraão errou; em outras vezes o erro foi de Sara. Mas sempre estiveram juntos. Bem diz a Bíblia: “Quem encontra uma esposa acha uma coisa boa, e alcança o favor do Senhor” (Pv 18.22). Você pode ganhar muitas coisas no mundo, mas suas maiores conquistas estão no lar. Cuide delas… ou vai lamentar muito quando perdê-las!

Sara morreu com 127 anos, e Abraão lamentou e chorou (vs. 1,2). Não foi um choro de remorso. Não foi um choro de desespero. Foi um choro de saudade. Quando sofremos perdas, é natural lamentarmos e chorarmos. Mas… que tipo de choro é o seu?

“Depois, se levantou” (v. 3). Vencedores caem, mas se levantam. Foi o que Abraão fez. Ficaríamos lamentando uma perda e deixaríamos de reagir? Abraão tinha que fazer algo que seria, ao mesmo tempo, uma medida prática e uma atitude de fé. Quase sempre as duas coisas andam juntas. É a nossa declaração de que não iremos desistir!

Abraão precisava providenciar uma sepultura para Sara. Sendo nômade, não tinha possessão. Comprar uma caverna era uma medida prática e, ao mesmo tempo, uma declaração de fé de que aquela terra seria da sua família. Se mandasse o corpo para Harã, perderia o testemunho. Se aceitasse um empréstimo de terra, perderia a independência. Há perdas que não podemos evitar, mas também há coisas que precisamos manter!

Questão importante. Abrão agiu com extrema nobreza (vs. 4-18). Se aceitasse um empréstimo, não havia garantia de que a sepultura seria respeitada no futuro. Quase sempre o barato sai caro! O preço proposto por Efrom foi exorbitante, mas Abraão fez questão de pagá-lo.

Na caverna de Macpela, em Hebrom, Sara foi sepultada (vs. 19,20), Ali foram sepultados Abraão, Isaque, Jacó e José. Até hoje você pode ir a Hebrom e visitar aquele túmulo (ver fotos). Ele está lá como uma prova de que Deus é fiel, e como uma amostra de como um vencedor lida com as perdas.

 

O QUE APRENDEMOS COM ESSA HISTÓRIA?

1) As perdas fazem parte da vida. Sara viveu 127 anos… mas morreu! Não pense que Deus está tratando você mal. Vencedores também perdem.

2) Não tenha vergonha de lamentar suas perdas. Permita-se vivenciar sua dor. Seu Deus e seus irmãos estarão com você nessa hora (Ilustr.: “Ajudei a chorar”).

3) Não se apegue demais à sua perda. A vida segue em frente. Reagindo, você tomará medidas práticas e atitudes de fé.

4) Não perca sua dignidade. Os heteus referiram-se a Abraão como “Príncipe de Deus”, e ele agiu como tal. Sem-terra, mas com-Deus!

 

CONCLUSÃO

Você quer pedir a Deus que o ajude a lidar com suas perdas de uma maneira vitoriosa?

Você quer interceder por uma pessoa que perdeu algo ou alguém?

 

Pastor Marcelo Aguiar

COMO ACERTAR DEPOIS QUE VOCÊ JÁ ERROU

CRISTO NÃO ESTÁ DIVIDIDO

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP