Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

CRISTO NÃO ESTÁ DIVIDIDO

1 Coríntios 1.10-13    Pr. Marcelo Aguiar   

 

INTRODUÇÃO

Corinto era uma igreja que parecia uma creche. As crianças gostam de dividir as coisas, de separar as partes de que mais gostam (fazem isso com a comida, por exemplo). Por seu comportamento, Paulo chamou os coríntios de “criancinhas” (1 Coríntios 3.1-3). Mas parece que vivemos em uma sociedade infantilizada, onde as pessoas costumam agir da mesma forma. Daí a relevância da pergunta: “Será que Cristo está dividido?”.

 

1) NÃO POSSO PEGAR A PARTE DE CRISTO QUE MAIS ME AGRADA

Algumas pessoas “selecionam” partes do cristianismo, deixando de viver o Evangelho integralmente. Deus, porém, não nos deixou essa escolha.

Precisamos aceitar Cristo como Mestre e como Deus. Os que apenas veem valor em seus ensinos, mas não aceitam sua reivindicação de divindade, não lhe prestam favor algum. Não podem, a rigor, ser chamados de cristãos.

Precisamos assumir Cristo como Salvador e como Senhor. Não há como ter um sem o outro. Não podemos ser salvos sem entregar nossa vida a Jesus, sem nos submetermos à sua vontade. Pensar diferente disso é enganar a si mesmo.

Precisamos buscar a Cristo com intimidade e reverência. Nossa proximidade com o Salvador não pode ser confundida com desrespeito. Ele é nosso Amigo, mas é também nosso Criador e nosso Senhor. Sejamos humildes e respeitosos.

Precisamos tomar a coroa e a cruz. É muito bom saber que temos a promessa de uma coroa (Apocalipse 2.10). Mas o Senhor também falou de uma cruz (Lucas 9.23). Haveremos de reinar com ele, mas… estamos prontos a sofrer por ele?

Precisamos acreditar no céu e no inferno. Jesus foi o personagem bíblico que mais falou sobre o inferno. Ele falou mais sobre o inferno do que sobre o céu. Quem diz que o inferno não existe deve estar preparado para negar, também, a existência do céu.

Precisamos abraçar a salvação e a santificação. Ser santo não é um “opcional” da vida cristã que podemos escolher ou não. A Bíblia diz que sem santificação ninguém verá o Senhor (Hebreus 12.14). Fomos salvos para a santidade.

 

2) NÃO POSSO COLOCAR EM RISCO A UNIDADE DA IGREJA

Quando falou aos coríntios sobre o seu hábito de “dividir” as coisas, Paulo tinha em mente principalmente o costume que tinham de dividir-se entre si mesmos, formando partidos e colocando em risco a unidade da igreja.

Havia o grupo dos “simpatizantes de Apolo”, que valorizavam a intelectualidade e o pensamento grego. Havia o grupo dos “seguidores de Cefas” (Pedro), que valorizavam a ortodoxia e a tradição judaica. A “turma do Paulo” enfatizava sua postura de abertura para com os gentios e sua defesa da liberdade cristã. E alguns se diziam “seguidores de Cristo” para diferenciar-se dos outros e defender uma independência não muito sadia.

O ensino de Paulo é de que devemos evitar os partidarismos, fazendo de tudo para preservar a unidade cristã (Efésios 4.3). As divisões são uma doença grave, e o remédio costuma ser amargo. Se vivermos unidos, poderemos evitar os dois!

 

CONCLUSÃO

Cristo não está dividido. Portanto, vivamos a integralidade do Evangelho, e preservemos a unidade da igreja. Assim estaremos caminhando em santidade e amor!

 

Pastor Marcelo Aguiar

COMO UM VENCEDOR LIDA COM AS PERDAS

DANIEL, O FIEL

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP