Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

DE QUE MESA VOCÊ PARTICIPA?

1 Coríntios 10.14-22    Pr. Marcelo Aguiar   

 

INTRODUÇÃO

Paulo está escrevendo aos cristãos de Corinto. A cidade era tão marcada pelo pecado que ganhou um verbo: “corintianizar”. Ali prevaleciam a imoralidade e a idolatria.

Como os crentes de Corinto deveriam se comportar naquele contexto? Como nós devemos nos comportar em uma sociedade cada vez mais decadente?

De que mesa devemos participar?

 

1) FUJAM DA IDOLATRIA! (v. 14)

A primeira coisa que o apóstolo diz é: “fiquem o mais longe possível da idolatria! Fujam dela a toda velocidade!”. Por quê?

  1. a) A idolatria ofende a Deus (Êxodo 20.4-6). Fazer e adorar imagens é desobedecer ao Criador. Só existe um Deus, e ele deve ser adorado em espírito e em verdade. Qualquer coisa diferente disso constitui-se pecado.
  2. b) A idolatria degrada o homem (Isaías 44.9). Cultuar imagens adoece a alma. Fomos feitos para nos prostrar diante de Deus, e não de santos, entidades ou espíritos. A idolatria é um pecado que diminui e prejudica o ser humano.
  3. c) A idolatria abre portas para o mal. Paulo alerta os coríntios quanto a isso (vs. 19,20). Por trás das imagens estão espíritos malignos. Ao fazer oferendas aos deuses as pessoas estão abrindo portas para que demônios atuem em suas vidas e lares.

 

2) CEAR É TER COMUNHÃO (vs. 16,17)

O apóstolo, então, chama a atenção para o fato de que assentar-se à mesa com alguém é ter estabelecer uma relação. Quando participamos da Ceia do Senhor:

  1. a) Temos comunhão com Cristo. É um momento íntimo do salvo com o seu Salvador. Nosso relacionamento com Jesus se estreita. Somos abençoados.
  2. b) Temos comunhão com os irmãos. Paulo utiliza a palavra “koinonia”, que significa viver juntos em harmonia. Quando celebramos a Ceia, vivemos um precioso momento como família de Deus.
  3. c) Anunciamos o que cremos (1 Coríntios 11.26). Ao participarmos da mesa do Senhor declaramos que acreditamos no poder de sua morte em nosso favor, e também que acreditamos em sua segunda vinda.

 

3) PARTICIPAR DA MESA ERRADA

O apóstolo, então, estabelece um paralelo. Se participar da mesa certa nos traz todos esses benefícios, que prejuízos advirão de participarmos da mesa errada? O que acontecerá se nos associarmos à idolatria, participarmos de conversas fúteis ou frequentarmos lugares que o Senhor não aprova?

  1. a) É ter comunhão com as trevas. Fazer oferendas a entidades é abrir uma porta perigosa. Muitas pessoas estão sofrendo porque, em algum momento, não atentaram para esse fato. Como o reino do mal não se pode brincar!
  2. b) É ter comunhão com os ímpios (Salmo 1.1,2). Não devemos participar da roda dos escarnecedores. Nosso convívio com os não-crentes deve ser para influenciá-los, não para sermos influenciados.
  3. c) É negar o que cremos. Se passamos uma mensagem quando participamos da mesa certa, o mesmo ocorre quando participamos da mesa errada. Só que as mensagens não são as mesmas. Contradizemos, assim, o nosso testemunho.

 

CONCLUSÃO

Deus quer que façamos uma escolha. Não podemos participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. “Ou provocaremos a zelos o Senhor?” (v. 22).

Rendamo-nos totalmente a Cristo, como Cristo se entregou totalmente por nós!

 

Pastor Marcelo Aguiar

DANIEL, O FIEL

DESAFIOS DA FAMÍLIA EM TEMPOS MODERNOS

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP