Av. Des. Dermeval Lyrio, 501 - Mata da Praia - Vitória/ES 27 3325 7566 | 99706-2131 (WhatsApp) igreja@ibmatadapraia.org.br     

Texto das
Mensagens

JESUS NO VALE DA SOMBRA DA MORTE

Salmo 23.4    Pr. Marcelo Aguiar    24/07/2016

INTRODUÇÃO

No verso mais conhecido do salmo mais famoso, encontramos uma alusão ao “Vale da Sombra da Morte”. Esse vale é um trecho do caminho que leva para o céu. Muitos servos e servas de Deus passaram por esse lugar tenebroso. Mas nunca o vale foi tão fundo, as sombras foram tão escuras e a morte foi tão assustadora quanto na experiência de Jesus.

 

  • A AGONIA DE JESUS FOI A MAIS INTENSA

No Getsêmani o Salvador angustiou-se, aterrorizou-se, suou gotas de sangue. Ele sofreu porque anteviu o que sentiria por causa da traição, do abandono, da humilhação e da dor. Mas, principalmente, porque anteviu o que sofreria tendo o peso dos nossos pecados colocado sobre ele, e tendo o castigo da justiça divina derramado sobre eles.

Se, quando você estiver atravessando o vale da sombra da morte, olhar para o chão, verá as pegadas dos que passaram por esse lugar antes de você. As pegadas de Abraão indo para Moriá; as pegadas de Noemi retornando de Moabe; as pegadas de Davi fugindo de Absalão; as pegadas de Daniel seguindo para Babilônia; as pegadas de Madalena dirigindo-se para o sepulcro; as pegadas de Paulo mancando devido ao espinho na carne. Mas você verá também as pegadas de Jesus partindo do Monte das Oliveiras, atravessando a Via Dolorosa e subindo o Monte Calvário. Com uma diferença: todos os outros eram pecadores, estiveram no vale por conta de suas fraquezas, limitações e falhas. O caso de Cristo foi diferente: ele atravessou o vale da sombra da morte por amor a nós.

“Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades, o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” (Is 53.5).

 

2) A VITÓRIA DE JESUS FOI A MAIS SUBLIME

Cristo atravessou o vale da sombra da morte e chegou vitorioso ao outro lado. Qual foi o segredo? Ele olhou para cima! Nunca deixou de confiar no Pai. É realmente como diz o salmista: “Não temerei mal algum, porque tu estás comigo”.

Se, quando você estiver no vale da sombra da morte, olhar para cima, terá as suas forças renovadas. Poderá seguir em frente sem amargura ou desespero. Poderá avançar com altivez e coragem. Poderá partir em direção a uma grande vitória.

Alguém já disse que “a cruz é mais leve para aquele que a carrega do que para aquele que a arrasta”. De que modo você tem conduzido a sua cruz? O Salvador falou: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me” (Mt 10.38). Cristo não arrastou a cruz. Ele a carregou. No final, transformou-a no símbolo da sua vitória.

Olhe para cima! O Senhor não esqueceu de você! Ele o guiará ao triunfo!

 

3) O AUXÍLIO DE JESUS É O MAIS PRECIOSO

Por amor a nós, Jesus atravessou o vale da sombra da morte. Ele o enfrentou e o derrotou. Agora, nos acompanha, quando é a nossa vez de encarar esse trecho difícil da jornada rumo à Canaã celestial.

Se, quando você estiver no vale da sombra da morte, olhar para o lado, verá que Cristo o acompanha. Ele já esteve aí antes de você. Conhece cada passo do percurso. Entende o que você sente e tem condições de conduzi-lo em segurança. Como bem nos lembra Davi, “a sua vara e o seu cajado nos consolam”.

Jesus não nos diz: “Vai”. Ele nos diz: “Segue-me”. Prometeu estar conosco todos os dias, até a consumação dos séculos (Mt 28.20).

Dizem que certa vez o exército de Alexandre, o grande, se achou diante de montanhas cobertas de uma camada tão alta de neve que os soldados pensaram em desistir. Então, os capitães pensaram em desistir. E, finalmente, os generais pensaram em desistir. Alexandre não disse nada: apenas desceu do cavalo, pegou uma pá e começou a cavar. Vendo aquilo, os seus generais, envergonhados, passaram a imitá-lo. E então os capitães fizeram o mesmo, e, por fim, os soldados. Desse modo o caminho foi aberto na neve e eles puderam prosseguir.

Se você chegar a um trecho em que não se sentir capaz de seguir em frente, talvez estranhe o aparente silêncio de Jesus. Mas veja: ele não está falando porque está cavando! Junte-se a ele, e vocês abrirão um caminho das lágrimas para o júbilo, e das profundezas do vale para as alturas do céu!

 

CONCLUSÃO

Quando estiver no vale da sombra da morte, olhe para o chão, olhe para cima, e olhe para o lado…

Se o vale está muito escuro e a cruz está muito pesado, observe que há irmãos de fé passando pelo mesmo lugar em que você se encontra.

Levante-se!

Agradeça a Cristo!

Siga-o!

 

Pastor Marcelo Aguiar

OS DOIS BANQUETES

ENCARANDO AS PROVAÇÕES

Sem comentários

Deixe seu comentário

IBMP

IBMP